Entre em contato

Transformamos dados e pesquisas em conhecimento e estratégia.

Nova dimensão de trabalho e economia nasce nas periferias

Eu sei, você já deve ter me lido dizendo aqui em Ecoa que quando se pensa em favela, a correlação com a palavra ”carência” é logo feita. E não apenas e somente pela classe conservadora ou bem abastada da sociedade brasileira, e sim por pessoas que se colocam no espectro de esquerda, ou melhor dizendo, progressista.

Mas quando realmente nos colocamos a pensar na produção destes locais que, embora marginalizados, não param de produzir, a chave muda. O que antes era tratado como falta passa a ser força-motriz de uma série de ações que vão impactar individualmente cada vida e também o coletivo. Eu tô falando é de potência, que também é giro de renda e trabalho para milhões de pessoas, que, enquanto você me lê, consomem mais do que aquelas que moram nos bairros mais caros espalhados pelo Brasil.

Leia o artigo completo clicando aqui.

Compartilhe esse conteúdo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on pocket

Relacionados

Forbes
Empreendedorismo da favela é como um rio digital

19 de abril de 2022

SBT
Pobreza Menstrual: Meninas deixam as escolas por falta de absorventes

28 de abril de 2022

Canal Futura
O número de idosos conectados à internet cresceu mil por cento nos últimos oito anos

27 de abril de 2022
Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?