Entre em contato

Transformamos dados e pesquisas em conhecimento e estratégia.

Brasileiro prefere não ver manipulação por algoritmos, diz pesquisador

No estudo realizado entre 24 e 27 de junho de 2021, com 2006 adultos em 143 cidades do Brasil, notou-se que o brasileiro gosta das praticidades provenientes dos algoritmos. A maioria acredita que, dos sistemas de recomendações de serviços como Spotify e Netflix até as indicações do Google, essas ferramentas encontram opções melhores do que as que eles escolheriam – 9 a cada 10 se dizem satisfeitos com a inovação. Ao mesmo tempo, porém, revela-se uma preocupação em relação à manipulação feita pelos algoritmos – 63% dos entrevistados acreditam que foram influenciados por eles. O medo da exposição de dados pessoais também assusta: 85% se dizem receosos com isso. ´Também é curioso o dado de que 71% dos entrevistados acreditam que as pessoas vivem em bolhas criadas pelos algoritmos nas redes sociais – fenômeno que tem acentuado a polarização política –, enquanto apenas 30% admitem fazer parte de uma bolha.

A pesquisa mostra o brasileiro dividido entre as facilidades e os temores causados pelos algoritmos. O que achou desse resultado? O brasileiro prefere não ver que é manipulado. Ele não percebe que troca liberdade de escolha por conveniência. Afinal, é conveniente não saber. Conforme as perguntas eram feitas, os entrevistados admitiam que a inteligência artificial é como o cara que te ajuda, mas tem segundas intenções.

Leia mais clicando aqui

Compartilhe esse conteúdo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on pocket

Relacionados

Forbes
Empreendedorismo da favela é como um rio digital

19 de abril de 2022

SBT
Pobreza Menstrual: Meninas deixam as escolas por falta de absorventes

28 de abril de 2022

Canal Futura
O número de idosos conectados à internet cresceu mil por cento nos últimos oito anos

27 de abril de 2022
Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?