Entre em contato

Transformamos dados e pesquisas em conhecimento e estratégia.

EXAME: 60% dos moradores das favelas não têm renda para mais uma semana

Favelas: Atualmente, há mais de 13 milhões de pessoas morando em favelas do país, que se concentram nas grandes metrópoles (Ricardo Moraes/Reuters).

A paralisação das atividades das grandes metrópoles em meio ao avanço do novo coronavírus no Brasil está pressionando cada dia mais a capacidade de subsistência dos moradores das favelas.

Nova pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 8, pelo Instituto Locomotiva e o Data Favela mostra que quase 60% dos moradores dessas regiões não têm renda para se manter por mais uma semana de quarentena. Sem auxílio do governo e sem o retorno ao trabalho, a falta de alimento também é permanente.

Segundo o levantamento, mais da metade dos moradores não têm estoque de alimentos para mais uma semana de confinamento. As dificuldades logísticas e de abastecimento também estão ficando mais difíceis: na pesquisa, 80% disseram não encontrar alimentos e itens de higiene nas comunidade. Isso faz com que eles saiam do isolamento para fazer compras em outras regiões.

“Cesta básica ajuda. Mas se não houver ações efetivas, públicas e privadas, para garantir uma renda mínima, o adiamento de contas, garantindo provimento de produtos básicos, como alimentos, internet e produtos de limpeza, pode haver revolta das favelas”, afirma Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva.

Leia a matéria completa, ,clicando aqui.

Compartilhe esse conteúdo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on pocket

Relacionados

Forbes
Empreendedorismo da favela é como um rio digital

19 de abril de 2022

SBT
Pobreza Menstrual: Meninas deixam as escolas por falta de absorventes

28 de abril de 2022

Canal Futura
O número de idosos conectados à internet cresceu mil por cento nos últimos oito anos

27 de abril de 2022
Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?